O Papel da Inteligência Artificial e da Transformação Digital na Estratégia de Inovação das Empresas

Por  Letícia Quental

Leticia.quental@inodev.pt

A rápida evolução da tecnologia tem transformado significativamente a maneira como as empresas operam e se posicionam no mercado. Dois pilares fundamentais dessa transformação são a inteligência artificial (IA) e a transformação digital. A IA é uma área da ciência de computação que se foca no desenvolvimento de algoritmos capazes de realizar tarefas que exigem inteligência humana. Já a transformação digital envolve a integração de tecnologias digitais em todas as áreas de uma organização. Mas como será que estes dois elementos afetam o ecossistema empresarial e a estratégia de inovação de um negócio?

A transformação digital implica a adoção e integração de tecnologias digitais em todos os aspetos de uma organização, incluindo processos internos, modelos de negócios e experiência do cliente. A transformação digital permite que as empresas se adaptem às necessidades e expectativas do mercado, que atualmente está sempre em constante mudança.

Através da transformação digital as empresas podem alcançar maior agilidade e flexibilidade nos processos e na sua operação, facilitando a inovação. As tecnologias digitais capacitam as equipas a colaborarem de forma mais eficiente, partilharem conhecimento e desenvolverem soluções inovadoras. A transformação digital também oferece oportunidades de criação de novos produtos e serviços que correspondam às necessidades emergentes dos clientes.

A IA tem mostrado ser uma ferramenta poderosa no contexto empresarial, uma vez que permite a automatização de tarefas rotineiras e a otimização de processos, reduzindo custos e aumentando a eficiência operacional das empresas. Ainda, a IA pode analisar grandes volumes de dados em tempo real, fornecendo insights valiosos para tomadas de decisão mais fundamentadas.

No atendimento ao cliente, por exemplo, os chatbots baseados em IA podem dar suporte e responder a perguntas frequentes de uma forma muito rápida e precisa, melhorando, assim, a experiência do cliente, reduzindo o tempo de espera e libertando os recursos humanos para tarefas mais complexas e menos rotineiras. Da mesma forma, a IA pode ser aplicada em áreas como a gestão da cadeia de abastecimento, previsão de procura, personalização de ofertas e deteção de fraudes, trazendo benefícios significativos para o ecossistema empresarial.

A IA desempenha um papel fundamental na estratégia de inovação das empresas. Ela pode ser usada para identificar padrões, analisar tendências de mercado e prever comportamentos futuros, permitindo que as empresas identifiquem tendências de mercado, oportunidades de inovação e tomem decisões estratégicas baseadas em dados.

Através da IA as empresas podem explorar novas ideias e conceitos, realizar testes de viabilidade mais rapidamente e reduzir os riscos associados à inovação. Para além disso, a IA também pode ajudar na criação de produtos e serviços personalizados, adaptados às necessidades individuais dos clientes. A IA também pode impulsionar a inovação por meio da automação de processos de pesquisa e desenvolvimento (R&D). Os algoritmos de IA podem analisar grandes quantidades de dados científicos e identificar padrões que seriam difíceis de serem percebidos pelos profissionais. Isso acelera o processo de descoberta e possibilita avanços científicos e tecnológicos mais rápidos.

A IA e a transformação digital não devem ser vistas como substitutas dos recursos humanos, mas sim como ferramentas que complementam e capacitam as equipas.

Assim, a inteligência artificial e a transformação digital são elementos-chave no ecossistema empresarial atual, uma vez que oferecem oportunidades significativas para aumentar a eficiência, melhorar a experiência do cliente e impulsionar a inovação. As empresas que reconhecem o potencial dessas tecnologias e as incorporam na sua estratégia estão bem posicionadas para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades da era digital. 

Fontes bibliográficas:

“The Innovator’s Dilemma” por Clayton M. Christensen

“The Fourth Industrial Revolution” por Klaus Schwab

“Machine, Platform, Crowd: Harnessing Our Digital Future” por Andrew McAfee e Erik Brynjolfsson

“AI Superpowers: China, Silicon Valley, and the New World Order” por Kai-Fu Lee

https://www.mckinsey.com/featured-insights/artificial-intelligence/notes-from-the-ai-frontier-modeling-the-impact-of-ai-on-the-world-economy/pt-br, consultado a 16Jun23

https://www.mckinsey.com/featured-insights/destaques/o-estado-da-ia-em-2022-e-meia-decada-passada-em-revista/pt, consultado a 16Jun23

https://www.itinsight.pt/news/operacao/gartner-define-tendencias-tecnologicas-para-a-proxima-decada, consultado a 16Jun23

https://www.gartner.com.br/pt-br/tecnologia-da-informacao/insights/principais-tendencias-de-tecnologia, consultado a 16Jun23

pt_PTPT
Abrir chat
💬 Precisa de ajuda?
Olá! Posso ajudar?
Sou o Micael Alves, Consultor de Inovação e estou disponível para esclarecer qualquer dúvida. Entre em contacto diretamente comigo.