Brasil e Portugal – Será que também são países irmãos no que toca a negócios?

Escrito por Antônio Rezende e Letícia Quental

A relação entre Portugal e Brasil é uma das mais próximas e históricas da língua portuguesa. No entanto, as diferenças culturais entre esses dois países podem ter um impacto significativo nos negócios internacionais. Mas quais serão as principais diferenças culturais entre Portugal e Brasil em relação à internacionalização de negócios, e os principais fatores que as empresas de cada país devem considerar ao expandirem-se para o outro?

  • Culturas de negócios diferentes

Portugal e Brasil possuem culturas de negócios diferentes, o que pode ter um impacto significativo na forma como as empresas operam nesses países. No Brasil, as relações pessoais são extremamente importantes, e a construção de uma relação forte e duradoura com os clientes é fundamental para o sucesso nos negócios. 

Por outro lado, em Portugal, as empresas valorizam muito a competência técnica e a capacidade de cumprir prazos, e os relacionamentos pessoais são menos importantes.

  • Comunicação e linguagem

A língua portuguesa é a língua oficial em ambos os países, mas há diferenças significativas no vocabulário, sotaque e expressões usadas. Além disso, o tom e o estilo da comunicação são diferentes. No Brasil, é comum usar um tom mais informal e descontraído em negociações de negócios, enquanto em Portugal a comunicação é mais formal e direta.

No Brasil é comum trocar mensagens e informações de negócios por WhatsApp, enquanto em Portugal o e-mail ainda é o meio de comunicação preferencial.

  • Clima e geografia

O Brasil é um país vasto e diversificado, com diferentes climas e paisagens, enquanto Portugal é relativamente pequeno e tem um clima mais homogéneo. Essas diferenças geográficas e climáticas podem ter um impacto na forma como os negócios são conduzidos. Por exemplo, as empresas que operam no Brasil precisam estar preparadas para lidar com as diferenças regionais e climáticas, enquanto as empresas que operam em Portugal podem ter um ambiente mais uniforme.

Por exemplo, a noção de distância temporal é muito diferente. Para um brasileiro que viva em São Paulo, conduzir 2 horas é um hábito diário e considera uma distância “normal”. Em Portugal, 2 horas é considerada já uma viagem demorada, porque normalmente implica mudar de distrito.

  • Regulamentação e leis

As leis e regulamentações empresariais em Portugal e no Brasil também podem ser diferentes. Por exemplo, o Brasil tem uma burocracia mais complexa e mais rígida do que Portugal, o que pode afetar a rapidez e facilidade com que as empresas podem operar. É importante que as empresas que desejam expandir para o outro país estejam cientes das leis e regulamentações locais e trabalhem com especialistas para garantir que estão em conformidade.

Por outro lado, enquanto em Portugal as grandes empresas precisam sempre de ter um apoio constante de advogados, no Brasil é a equipa de contabilistas que tem um maior peso na dinâmica empresarial.

  • Fiscalidade e tributação

No que diz respeito a impostos, o Brasil tem um sistema tributário complexo, com muitas leis e regulamentos fiscais que podem dificultar a entrada de empresas estrangeiras no mercado brasileiro. Os impostos mais relevantes para as empresas no Brasil são o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o Imposto sobre Serviços (ISS), o Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). É importante que as empresas entendam as regras fiscais locais e obtenham assistência especializada para lidar com a burocracia tributária do país, principalmente hoje, em que o país vive a possibilidade de uma reforma tributária. 

Já em Portugal, o sistema tributário é menos complexo do que o do Brasil, mas também há diferenças fiscais importantes a serem consideradas pelas empresas estrangeiras. Os impostos mais relevantes para as empresas em Portugal são o Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e o Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC).

Uma grande diferença entre os dois países é que enquanto no Brasil as empresas são normalmente taxadas pelas suas vendas, em Portugal as empresas são taxadas pelos seus lucros.

Além dos impostos, as empresas também devem considerar outras questões financeiras, como a variação cambial entre as moedas de Portugal e Brasil, taxas de câmbio e custos de transferência de dinheiro entre os dois países.

  • Cultura e costumes locais

A cultura e os costumes locais em Portugal e no Brasil também são diferentes e devem ser levados em consideração pelas empresas que se desejem internacionalizar. Por exemplo, o Brasil tem uma forte cultura de presentear e ofertar brindes em negociações de negócios, enquanto em Portugal isso pode ser visto como tentativa de suborno ou corrupção. Da mesma forma, os costumes em torno da hora do almoço e horários de trabalho podem ser diferentes entre os dois países.

  • Casos de sucesso

O Grupo Boticário é um exemplo de uma empresa brasileira que teve sucesso na internacionalização para Portugal, tendo inaugurado a sua primeira loja em 2012. A marca de cosméticos “Quem disse, Berenice?”, que também é propriedade do Grupo Boticário, foi lançada em Portugal em 2018, sendo bem recebida pelo público português. A empresa adaptou-se bem ao mercado português, oferecendo produtos que vão ao encontro das necessidades e preferências dos consumidores portugueses, além de realizar ações de marketing e publicidade direcionadas ao público local, fazendo campanhas com influencers e figuras públicas portuguesas.

Já a Fly London é um exemplo de sucesso de internacionalização de uma empresa portuguesa para o Brasil. A Fly London é uma marca portuguesa conhecida de calçados e acessórios de moda, com designs exclusivos e diferenciados. A empresa começou a expandir os seus negócios internacionalmente no início dos anos 2000, e em 2006 abriu a sua primeira loja no Brasil, em São Paulo. A Fly London tem sido bem-sucedida no mercado brasileiro, oferecendo produtos que se adequam às necessidades e preferências dos consumidores brasileiros, para além de realizar ações de marketing e publicidade direcionadas ao público local. A empresa tem-se destacado no mercado brasileiro, em parte devido à sua abordagem inovadora e diferenciada no design de calçados e acessórios de moda.

  • Casos de insucesso

O grupo Pão de Açúcar, uma grande rede de supermercados do Brasil, expandiu-se para Portugal em 2010. No entanto, a empresa teve dificuldades em adaptar o seu modelo de negócios ao mercado português e acabou por vender a maioria das lojas em 2019.

Outro exemplo é a empresa portuguesa Vista Alegre Atlantis, que teve dificuldades em expandir os seus negócios para o Brasil. A empresa é conhecida pelos seus produtos de porcelana e cristal de alta qualidade e design exclusivo, e em 2012 inaugurou a sua primeira loja em São Paulo. No entanto, a empresa enfrentou desafios em adaptar a sua estratégia de marketing e produtos ao mercado brasileiro, para além de ter lidar com a concorrência local.

As diferenças culturais entre Portugal e Brasil podem ser significativas e ter um impacto na forma como as empresas internacionais conduzem os seus negócios nesses países. É importante que as empresas estejam cientes dessas diferenças e trabalhem com especialistas locais para garantir que estudam bem o mercado e a dinâmica do outro país antes e durante o seu processo de internacionalização.

Fontes:

Azevedo, A., & Silva, E. (2015). A internacionalização das empresas portuguesas no Brasil: Análise dos fatores críticos de sucesso. Revista de Administração, Contabilidade e Economia da FUNDACE, 6(1), 1-19.

Carvalho, M., & Marques, C. S. (2019). Portugal-Brazil Business Relations: Analysis of an Evolving Relationship. In Handbook of Research on Entrepreneurship and Marketing for Global Reach in the Digital Economy (pp. 227-253). IGI Global.

Costa, L., & Lourenço, I. C. (2016). A internacionalização de empresas portuguesas no Brasil: a experiência da TAP. Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão, 15(1), 28-42.

Fonseca, R., & Brandão, M. L. (2017). Análise das Diferenças Culturais entre Brasil e Portugal na Perspectiva de Negócios Internacionais. Revista Brasileira de Marketing, 16(1), 1-14.

Jucá, S. M. P., & Ogasavara, M. H. (2019). Brazilian Business Culture and Its Influence on International Negotiations. In Global Business Strategies in Crisis (pp. 207-220). Springer.

Loureiro, S. M. C. (2014). Estratégias de internacionalização de empresas brasileiras: uma análise do desempenho no mercado português. Revista Eletrônica de Administração e Turismo, 5(2), 268-284.

pt_PTPT
Abrir chat
💬 Precisa de ajuda?
Olá! Posso ajudar?
Sou o Micael Alves, Consultor de Inovação e estou disponível para esclarecer qualquer dúvida. Entre em contacto diretamente comigo.