Ansiedade Climática: o impacto das mudanças climáticas na saúde mental da sociedade

Nos últimos anos, surgiu uma nova preocupação global que transcende fronteiras e afeta profundamente a sociedade: a ansiedade climática. Esta não é apenas uma resposta emocional isolada, mas sim um fenómeno crescente que reflete a angústia coletiva em relação ao futuro incerto do planeta e da humanidade.
Acentuada pelos impactos do aquecimento global e dos eventos climáticos extremos, a ansiedade climática tornou-se um tópico de grande relevância, com pesquisas na internet atingindo níveis surpreendentes.

De acordo com dados compilados pelo Google e partilhados com a BBC, as pesquisas relacionadas à “ansiedade climática” dispararam nos últimos anos. Em português, o aumento foi de 73 vezes nos primeiros dez meses de 2023 em comparação com o mesmo período em 2017.

Este fenómeno não é exclusivo da língua portuguesa, pois as consultas também aumentaram significativamente em outros idiomas, como inglês (27 vezes) e mandarim (8,5 vezes), na mesma base de comparação. A ansiedade climática não discrimina idade, mas a sua presença é especialmente marcante entre crianças e jovens.

Esta geração, mais conectada e informada do que nunca, encontra-se diante de um futuro incerto, despertando inquietações profundas sobre o estado do planeta que irão herdar. À medida que a consciencialização sobre os desafios ambientais cresce, a ansiedade acompanha este aumento de informação. O desejo de entender e enfrentar a realidade climática impulsiona as pesquisas online e reflete a urgência percebida em lidar com a crise ambiental.

Nos últimos 12 meses, as pesquisas sobre o futuro aumentaram em 120%, juntamente com termos como “alterações climáticas”, “adaptação” e “sustentabilidade”, evidenciando uma mudança significativa na mentalidade global.
A sociedade está cada vez mais preocupada em compreender as alterações climáticas, adaptar-se a elas, promover a sustentabilidade e reduzir as emissões de gases do efeito estufa.
A ansiedade climática é mais do que uma simples resposta emocional; é um reflexo tangível do aumento da consciencialização sobre os desafios ambientais que enfrentamos. As pesquisas online e a crescente preocupação indicam não apenas um despertar global para a urgência climática, mas também um apelo à ação.
À medida que exploramos o significado e as implicações da ansiedade climática, é importante transformar essa inquietação em ações concretas para moldar um futuro sustentável para as próximas gerações.

pt_PTPT
Abrir chat
💬 Precisa de ajuda?
Olá! Posso ajudar?
Sou o Micael Alves, Consultor de Inovação e estou disponível para esclarecer qualquer dúvida. Entre em contacto diretamente comigo.